Sábado, 20 de Julho de 2024
34°

Parcialmente nublado

Belém, PA

Anúncio
Geral EDUCAÇÃO

Estado investe em mais estrutura e serviços para alunos da Uepa e comunidade

No início de 2024, Ananindeua ganhou um novo campus, o que representa mais investimentos na educação da Região Metropolitana de Belém

03/07/2024 às 14h43
Por: Redação Fonte: Secom Pará
Compartilhe:
Crédito: Augusto Miranda / Ag.pará
Crédito: Augusto Miranda / Ag.pará

Entrega de novo campus, desenvolvimento de novos programas educacionais e de mais espaços para atendimento à comunidade marcaram os investimentos do Governo do Estado, neste primeiro semestre, na Universidade do Estado do Pará (Uepa). O professor Clay Chagas, reitor da Universidade, ressalta que os investimentos refletem diretamente no desenvolvimento acadêmico dos estudantes, além de garantir mais serviços à população.

“Em 2024, já tivemos muitas aquisições, muito material permanente na universidade, e investimentos que favoreceram a compra de ares-condicionados, datashows, televisões e cadeiras. Além disso, também fizemos muitas entregas e, em breve, teremos mais entregas, nos municípios de Paragominas e Igarapé-Açu. De modo geral, todos os estudantes foram beneficiados, e são ações muito importantes, pois é uma devolutiva para sociedade”, afirma o reitor da Uepa.

Campus -Logo no início do ano, o município de Ananindeua ganhou novo campus, o que representa um investimento significativo na educação na Região Metropolitana de Belém. O espaço foi entregue com uma infraestrutura moderna e funcional, salas de aula equipadas e laboratórios avançados, com a construção de um bloco térreo, portaria, caixa d’água, cinco salas de aula, dois laboratórios e salas administrativas.

Os campus de Belém (Centro de Ciências Sociais e Educação) e Vigia de Nazaré (campus XVII da Uepa) ganharam novos auditórios. O auditório Paulo Freire, na capital, com capacidade para acomodar mais de 200 pessoas, foi projetado para sediar uma variedade de eventos acadêmicos, desde palestras e seminários até defesas de dissertações e teses. Em Vigia, com 150 lugares, o auditório vai beneficiar mais de 300 alunos da universidade.

Em Conceição do Araguaia, Governo do Estado entregou nova quadra poliesportiva no campus VII da Uepa. Com as obras, foi realizada a cobertura do local, instalação do alambrado, finalização do piso, construção de vestiários e pintura da quadra. O campus VII foi a primeira experiência de interiorização do Ensino Superior no Estado.

Comunidade –A nova Oficina Ortopédica Fixa (OOF) da Uepa, vinculada ao Centro Especializado de Reabilitação (CER III), em Belém, entregue em 2024, passou a habilitar o serviço que já existia na instituição, o Laboratório de Tecnologia Assistiva (Labta), ampliando e criando serviços de confecção, dispensação, adaptação e manutenção de órteses, próteses e meios auxiliares de locomoção (OPM), com redução de custos e acelerando a reabilitação de pacientes adultos e crianças.

Miguel Victor, 7 anos, é uma das crianças atendidas na Oficina. O pai, Jefferson Padinha, celebra a oportunidade de acesso a esse serviço que faz a diferença na vida do filho.

“O Miguel tem paralisia cerebral e estamos na luta para ele conseguir andar. Ela já fazia fisioterapia na Universidade e agora está em avaliação para uma órtese, que, pra nós, representa esperança para que ele tenha mais autonomia e seja mais independente. O atendimento aqui é muito humano, com atenção e todo o cuidado que meu filho merece”, diz.

Aluna do 5º semestre do curso de Terapia Ocupacional da Uepa, Lyvia Macedo atua na Oficina desde fevereiro em um projeto de pesquisa. “Essa experiência contribui de forma singular, tanto para o meu crescimento pessoal, como profissional. Esses meses me ensinaram a ter muito mais empatia pelos pacientes, a como tratar esses pacientes. Cresci muito enquanto ser humana e futura profissional da área da saúde. Experiência que engrandece a nossa atuação e a nossa formação”, pontua.

Programas –A Uepa teve quatro projetos de Programas de Residência em Área Multiprofissional da Saúde aprovados. São eles: Atenção à Saúde Mental e Atenção Básica - Saúde da Família, que serão ofertados em Tucuruí; Atenção à Saúde da Mulher e da Criança, em Ananindeua; e Atenção em Terapia Intensiva - Adulto, Pediátrica e Neonatal, que será desenvolvida em Santarém.

A Universidade também desenvolve, como projeto de extensão, um Cursinho Alternativo, que oferece de forma gratuita aulas das disciplinas de Matemática, Letras (Língua Portuguesa, Redação e Literatura), Filosofia, Sociologia, História, Geografia, Física, Química e Biologia. O objetivo é oferecer aos alunos a oportunidade de aprimorarem seus conhecimentos e terem acesso ao ensino superior. No total, são ofertadas 300 vagas, incluindo uma turma destinada à modalidade de Ensino para Jovens e Adultos (EJA).

Com foco na COP 30, a Uepa criou, por meio do Grupo de Estudos de Professores de Línguas do Pará (Geplipa), a oferta de curso de inglês para comunidades atendidas nas Usinas da Paz do Jurunas/Condor, em um projeto de extensão gratuito, além de qualificar 500 servidores da Polícia Militar do Pará (PMPA), que atuarão direta ou indiretamente durante a realização da COP, com cursos ministrados por alunos de Letras-Língua Inglesa, que estão no último ou no penúltimo ano da graduação.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias