Quarta, 12 de Junho de 2024
27°

Tempo limpo

Belém, PA

Geral CARROCEIROS

Projeto "Belém sem Tração Animal" visa a proteger os equinos e a oferecer alternativas aos carroceiros

Uma cidade mais justa e respeitosa para nossos amigos de quatro cascos: é o objetivo do projeto "Belém sem Tração Animal"

29/05/2024 às 08h30
Por: REDAÇÃO 2 Fonte: Agência Belém
Compartilhe:
A proteção aos equinos é o foco do projeto "Belém sem Tração Animal", que é dividido em quatro fase e já começou a ser implantado
A proteção aos equinos é o foco do projeto "Belém sem Tração Animal", que é dividido em quatro fase e já começou a ser implantado

Uma cidade mais justa e respeitosa para nossos amigos de quatro cascos: é o objetivo do projeto "Belém sem Tração Animal", uma iniciativa conjunta da Secretaria de Proteção e Defesa Animal - SEPDA, Guarda Municipal, Centro de Controle de Zoonoses - CCZ/SESMA, SEMOB, Banco do Povo, UFRA, OAB, Fórum de Defesa Animal e protetores de animais. O projeto visa à proteção de equinos usando como força de tração e projeto iniciou, nesta terça-feira, 28, sua fase preparatória com a criação de um grupo de trabalho. Este grupo, composto por representantes das diversas instituições envolvidas, será responsável por auxiliar na implementação do projeto e realizar ajustes na legislação vigente para garantir sua eficácia.

Na fase seguinte, será realizado o cadastro dos carroceiros e a vistoria dos animais. Este processo incluirá um chamamento público para os trabalhadores que utilizam a tração animal, a fim de registrá-los e avaliar as condições de saúde dos equinos. Os animais aprovados na vistoria serão microchipados e monitorados para garantir seu bem-estar durante a transição.

O projeto "Belém sem Tração Animal" formou o Grupo de Trabalho nesta terça-feira, 28, iniciando a primeira das quatro fases

 

Na fase intermediária, o projeto focará em oferecer novas possibilidades profissionais para os carroceiros, assegurando que não fiquem desamparados com a transição. Serão consideradas alternativas como a entrega de veículos populares, conhecidos como "cavalo de lata", e programas de capacitação para novas profissões. Além disso, será criado um santuário para os equinos, proporcionando um ambiente seguro e adequado para os animais que deixarão de ser usados como tração.

Na fase final, o projeto envolverá a reavaliação dos animais e seu encaminhamento ao santuário. Os processos de adoção serão rigorosos, garantindo que os equinos sejam bem cuidados e nunca mais sofram maus-tratos. Cada animal será avaliado tecnicamente e visitas locais serão realizadas para assegurar que os novos tutores estejam aptos a oferecer o melhor cuidado possível.

Com o projeto "Belém sem Tração Animal", a cidade dá um passo importante rumo a um futuro mais justo e sustentável, onde o respeito e o cuidado com todos os seres vivos são prioridades. A iniciativa reflete o compromisso de Belém em promover o bem-estar animal e a modernização urbana, celebrando a COP-30 e a nossa gente.

Texto:

Antonio Fonseca

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias