Quarta, 12 de Junho de 2024
27°

Tempo limpo

Belém, PA

Polícia OPERAÇÃO

Polícia Civil prende cinco investigados por roubo qualificado contra lojas de celulares, em Belém

Os suspeitos também são investigados por homicídio, associação criminosa, receptação e roubo

22/05/2024 às 07h47
Por: Redação Fonte: Agência Pará
Compartilhe:
Polícia Civil prende cinco investigados por roubo qualificado contra lojas de celulares, em Belém

A Polícia Civil do Pará prendeu cinco homens investigados por roubo qualificado contra lojas de celulares, nesta terça-feira, 21, em Belém. O grupo foi localizado através do trabalho da Divisão de Homicídios (DH) que deu cumprimento a seis mandados de busca e apreensão e cinco mandados de prisão. 

"Os suspeitos também são investigados por homicídio, associação criminosa, receptação e roubo. Um dos envolvidos, teve participação em um homicídio, crime apurado pela DH", informa o delegado-geral da Polícia Civil do Pará, Walter Resende.

A 2ª fase da operação "Terra do Amanhã", investigava cinco homens pela prática de diversos roubos cometidos nos bairros da Cremação e do Jurunas, na capital paraense. Cada integrante da associação criminosa exercia uma função diferente no planejamento do crime, que tinha como alvo lojas de celulares, principalmente as que vendiam aparelhos mais caros. Um deles era responsável pela contratação de quem iria executar o roubo, enquanto o outro desmontava os aparelhos eletrônicos para revenda. 

As prisões foram decorrentes de investigação especializada, que apurou o crime de roubo qualificado ocorrido em Belém, dessa forma, desarticulando uma associação criminosa especializada em crimes dessa natureza e prevenindo novos roubos, homicídios e latrocínios", acrescenta o delegado Egídio Queiroz da Divisão de Homicídios.

Conforme a investigação, foi identificado que os criminosos se passavam por compradores e marcavam um local para a entrega dos dispositivos, onde o vendedor receberia o suposto pagamento. No momento em que a vítima chegava, era surpreendida pelo roubo. 

Após as providências cabíveis, os presos foram conduzidos à unidade policial, onde permanecem à disposição do Poder Judiciário.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias